Resenha: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith #1 Resenha: Uma Lição de Vida Resenha: Era uma Vez no Outono Resenha: Secrets and Lies
0

Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi Dois Povos em Guerra, no mesmo Povo




Autor: Hillary Jordan
Editora: Editora Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 272
Nota: 4,5/5

Sinopse: Um amor proibido, uma traição terrível, uma agressão selvagem. Um romance de força impressionante, que nos faz mergulhar nas contradições do Mississippi pós-Segunda Guerra Mundial.

Ao descobrir que o marido, Henry, acaba de comprar uma fazenda de algodão no Sul dos Estados Unidos, Laura McAllan, uma típica mulher da cidade, compreende que nunca mais será feliz. Apesar disso, ela se esforça para criar as filhas num lugar inóspito, sob os olhos vigilantes e cruéis de seu sogro.

Enquanto os McAllans lutam para fazer prosperar uma terra infértil, dois bravos e condecorados soldados retornam do front e alteram para sempre a dinâmica não só da fazenda, mas da própria cidade. Jamie, o jovem e sedutor irmão de Henry, faz Laura de repente renascer para a vida, enquanto Ronsel, filho dos arrendatários negros que trabalham para Henry, demonstra uma altivez que não será aceita facilmente pelos brancos da região.

De fato, quando os jovens ex-combatentes se tornam amigos, sua improvável relação desperta sentimentos violentos nos habitantes e uma nova e impiedosa batalha tem início na vida de todos.

Alternando a narrativa entre vários pontos de vista, este premiado romance oferece ao leitor diferentes versões dos acontecimentos. Os personagens, lutando por sentimentos de amor e honra num lugar e época brutais, se veem dentro de uma tragédia de enormes proporções e encontram redenção onde menos esperam.

Esse livro me lembra muito O Sol é Para Todos (To Kill a Mockingbird de Book by Harper Lee), ambos mostram como a cultura da discriminação racial era tão enraizada no Sul dos EUA no começo do século XX que as pessoas simplesmente não viam os negros como seres humanos, motivo pelo qual tratavam mal os que davam um pouco de dignidade a eles, não importando o quem era ou o que o motivava, os negros eram os inimigos e todos deviam trata–los assim.
0

Operação Red Sparrow: Sensualidade e Espionagem





Autor: Jason Matthews
Editora: Editora Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 452

Nota: 4/5

Sinopse: Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo. Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem. Em seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR. Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro.


0

Lady Whistledown Contra-Ataca: As diferentes cores de uma antologia



Autor: Julia Quinn, Suzane Enoch, Karen Hawkins, Mia Ryan
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 352
Nota: 4,5/5

Sinopse: Quem roubou o bracelete de lady Neeley? Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime. Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Depois de algum tempo sem Lady Whistledown nos livros de Julia Quinn, nós enfim temos essa querida personagem de volta em uma antologia magnífica, repleta de romance e mistério. Escrita por quatro autoras, o livro se entrelaça de uma forma inesperadamente uniforme. Apesar de personagens com personalidades bem distintas, o livro segue sempre em um caminho comum, o que é um tanto interessante, levando em consideração que foi escrito por quatro autoras com estilos distintos.
0

A Coluna de Fogo – Amor, Guerra e Espionagem no Séc. XVI


Autor: Ken Follet
Editora: Editora Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 816

Nota: 4/5
Sinopse: Em 1558, as pedras ancestrais da Catedral de Kingsbridge testemunham o conflito religioso que dilacera a cidade. Enquanto católicos e protestantes lutam pelo poder, a única coisa que Ned Willard deseja é se casar com Margery Fitzgerald. No entanto, quando os dois se veem em lados opostos do conflito, Ned escolhe servir à princesa Elizabeth da Inglaterra. Assim que Elizabeth ascende ao trono, a Europa inteira se volta contra a Inglaterra e se multiplicam complôs de assassinato, planos de rebelião e tentativas de invasão. Astuta e decidida, a jovem soberana monta o primeiro serviço secreto do país, para descobrir as ameaças com a maior antecedência possível. Ao longo das turbulentas décadas seguintes, o amor de Ned e Margery não arrefece, mas parece cada vez mais fadado ao fracasso. Enquanto isso, o extremismo religioso cresce, gerando uma onda de violência que se alastra de Edimburgo a Genebra. Protegida por um pequeno e dedicado grupo de talentosos espiões e corajosos agentes secretos, Elizabeth tenta se manter no trono e continuar fiel a seus princípios. Coluna de fogo é um dos livros mais emocionantes e ambiciosos de Ken Follett, uma história de espiões ambientada no século XVI que vai encantar seus fãs de longa data e servir como o ponto de partida perfeito para quem ainda não conhece seu trabalho.

É uma história de amor, ao estilo Romeu e Julieta ou é um livro sobre a guerra entre católicos e protestantes na Inglaterra no início da Era Moderna? Ou ainda, é uma história de espionagem, tipo James Bond, quando isso ainda nem existia dirreito? É tudo isso é muito mais! O terceiro volume da coleção “Os Pilares da Terra” chegou para ratificar a série como a obra-prima de Ken Follett.

0

Tartarugas Até Lá Embaixo: a incrível volta de John Green


Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
Páginas: 256
Nota: 5/5


Sinopse: Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances: Tartarugas até lá embaixo. A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

0

A Pérola que Rompeu a Concha – Uma história que vale por duas



Título Original: The Pearl that Broke It Shell
Autor: Nadia Hashimi
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 448
Nota: 5/5

Sinopse: Filhas de um viciado em ópio, Rahima e suas irmãs raramente saem de casa ou vão à escola em meio ao governo opressor do Talibã. Sua única esperança é o antigo costume afegão do bacha posh, que permite à jovem Rahima vestir-se e ser tratada como um garoto até chegar à puberdade, ao período de se casar. Como menino, ela poderá frequentar a escola, ir ao mercado, correr pelas ruas e até sustentar a casa, experimentando um tipo de liberdade antes inimaginável e que vai transformá-la para sempre. Contudo, Rahima não é a primeira mulher da família a adotar esse costume tão singular. Um século antes, sua trisavó Shekiba, que ficou órfã devido a uma epidemia de cólera, salvou-se e construiu uma nova vida de maneira semelhante. A mudança deu início a uma jornada que a levou de uma existência de privações em uma vila rural à opulência do palácio do rei, na efervescente metrópole de Cabul. A pérola que rompeu a concha entrelaça as histórias dessas duas mulheres extraordinárias que, apesar de separadas pelo tempo e pela distância, compartilham a coragem e vão em busca dos mesmos sonhos. Uma comovente narrativa sobre impotência, destino e a busca pela liberdade de controlar os próprios caminhos.


À primeira vista, é livro enorme, triste e pesado como um soco no estômago que possui uma enorme carga dramática. Parece uma leitura difícil, não? Só parece, o estilo de Nadia Hashimi envolve tanto o leitor e a personalidade das protagonistas é tão marcante que você deve devorá-lo em pouco tempo.
2

A Casa do Lago: Mistério em um lugar exuberante.

Autor: Kate Morton
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 464
Nota: 5/5
SINOPSE: A casa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre. Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros. A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir.

Você gosta de livros de mistério que se passam em um lugar não tão conhecido? Caso isso seja verdade, A Casa do Lago é uma boa sugestão de leitura.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...