Resenha: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith #1 Resenha: Uma Lição de Vida Resenha: Era uma Vez no Outono Resenha: Secrets and Lies
0

O desapontar-se com alg(uém)o



Leitores, leitores. Por dias refleti sobre o tema da crônica de hoje. Por dias me perguntei sobre o que escreveria, uma vez que há alguns dias não posto uma crônica neste blog. Acontece, queridos leitores, que situações do cotidiano, principalmente as que me marcam, fazem com que eu queria exprimi-las em palavras, para que o peso delas sobre meus ombros fique menor. Então, é isso.
3

Manual de Animes: Yu-Gi-Oh!


A partir de hoje eu inicio uma série de cinco posts falando um pouco sobre os meus cinco animes preferidos (sem ordem específica): Yu-Gi-Oh!, Fullmetal Alchemist, Naruto, Death Note e Fairy Tail.
Já vou avisando que não sou especialista no assunto, e que irei falar basicamente dos animes, não dos mangas (apesar de que na maioria das vezes os dois são praticamente idênticos não é o caso de Fullmetal Achemist)
Irei começar com o anime que me abriu as portas para esse mundo. Yu-Gi-Oh!. Já tinha visto vários outros antes, eles não me cativaram tanto como YGO fez, e também nunca irão, porque Yu-Gi-Oh! é o meu xodó.

Criador: Kazuki Takahashi

2

American Horror Story: suspense, terror psicológico e bruxaria





Sinopse: É uma série que a cada temporada conta uma nova história centrada em um tema e com praticamente todo o elenco da temporada anterior interpretando novos e completamente diferentes personagens. 

Roteiro: Ryan Murphy e Brad Falchuk

Os gêneros de terror e suspense são os novos queridinhos da mídia e do público. Quem diria? O temor se transformou em adoração. Nos últimos tempos, filmes e séries com esta temática conquistam cada vez mais espaço na televisão, como as consagradas Supernatural, The Walking Dead e American Horror Story.

0

Para o amor, com toda sinceridade


Estava escuro na primeira vez em que eu o vi, mas, ainda assim, exerceu alguma espécie de fascínio sobre mim. Ele não era um galã de novela, pelo contrário, nada mais que normal e se fosse pra escolher um lado a mais, a maioria das mulheres diria que ele estava até mais para o feio, mas pra mim desde o primeiro momento ele era bonito, bonito de um jeito torto, mas bonito. Tocava Los Hermanos no seu carro e talvez isso tenha afetado minha visão dele de forma positiva, ele era amigo de um amigo e eu achei, não, eu jurei que nunca mais ia vê-lo depois daquela carona.

Naquele dia em que o vi, também jurava que não terminaria meu namoro, mas terminei, talvez as pessoas tenham razão sobre juramentos, eles não são nada mais do que tiros no escuro.

Pra me arrancar das mágoas do fim o tal amigo em comum me chamou para o cinema, perguntou se podia levar outro amigo e quando dei de cara com o tal amigo lá estava ele, vai ser mentira se eu disser que fui indiferente, eu não fui. Dizem que taurinos tem esse magnetismo e eu, pobre pisciana, fiquei com cara de tonta, olhando pra aquele homem, admirada. Ele tinha o mundo em um sorriso e eu, que havia vivido sempre em uma redoma, não conhecia sorrisos como aquele, nem o mundo que ele me mostrou depois. Se eu pudesse dar uma definição de liberdade na minha vida eu diria que foi o que eu tive com ele.

1

O Silêncio dos Inocentes: A sedução psicológica de Hannibal Lecter


Autor: Thomas Harris
Editora: St. Martin's Press
Editora no Brasil: Record/ Abril/ Best Bolso
Ano: 1988
Páginas: 318

Sinopse: Cinco mulheres são brutalmente assassinadas em diferentes localidades dos Estados Unidos. Para chegar até o sanguinário assassino, uma jovem treinada pelo FBI entrevista o Dr. Hannibal Lecter, um brilhante psiquiatra, cuja mente está perigosamente voltada para o crime. Ao seguir as pistas apontadas por Lecter, a jovem se vê envolvida numa teia mortífera e surpreendente.

Não há como negar o poder de atração que temas psiquiátricos têm sobre mim. Apesar de não ter nenhuma tendência psicopata, nem querer cruzar meu caminho com um, o tema sempre chama meu olhar. E se tratando de psicopatas, eu não poderia ficar alheia ao maior ícone representativo da classe.
0

Soldados, avante!


Na guerra e no amor vale tudo, na guerra do amor vale tudo ou no amor à guerra vale tudo?

É bem difícil ser concernente quanto essa última questão filosófica... Imagine! Amor pela guerra? Ouso concordar com isso, mas não de uma forma literal, porém isto é papel de outra discussão.

Gostaria de enfatizar a questão amor e guerra. São duas situações que, a princípio, seriam impensáveis de condizer uma com a outra. Mas, elas possuem grande concordância uma com a outra. O amor, assim como a guerra, é um traçado estratégico, em que a "estratégia" adotada, os "equipamentos de guerra" utilizados e a disponibilização dos "soldados" em campo são cruciais para a "vitória nas batalhas", a "conquista" e, por fim, ganhar a "guerra".

0

Eu não sei rimar


Eu não sei rimar.
Não sei transpor meus ideais com doces palavras cantadas. Nem consigo pensar rápido o suficiente para transformar meus pensamentos na minha própria voz. Mas consigo seguir o ritmo dos meus desejos, ainda que sem explicação eles flutuem como o som dos mais variados instrumentos que eu não sei tocar, e mudem de direção variando o timbre até se transformar numa canção. Concreta. Pronta.
Me desculpe, eu não sei rimar. 
0

Autor, ficção e a essência das palavras



Ao contrário do habitual, isso não se trata de análises de textos, personagens ou escrita. Venho lhes falar dos homens e mulheres por trás da obra. Daqueles mestres de fantoches que existem escondidos atrás das cortinas. Daqueles que, dos bastidores, dão vida a histórias fantásticas. Qual é a relação entre esse sujeito com o que nos conta as páginas amareladas? É possível conhecer alguém através de seus escritos? E possível ir ao íntimo de um escritor, conhecê-lo a fundo? O que um livro de ficção diz sobre seu autor?
0

4 casais da literatura e do cinema

Aproveitando o clima do Dia dos Namorados, o Rascunho com Café preparou uma lista de casais da literatura e do cinema.

1.Jack e Rose (Titanic)

Quem nunca assistiu Titanic (1997) ou não conhece a famosa cena em que o casal está na proa do navio de braços abertos que atire a primeira pedra. O filme se passa em 1912, ano em que o maior navio da época, RMS Titanic, foi inaugurado e realizava sua viagem inaugural.



1

A Maldição do Tigre: romance, aventura e mitologia hindu

Após um tempão tempinho sem postar, euzinha (Adla) irei fazer a resenha de hoje, que é sobre o livro A Maldição do Tigre.



Autor: Colleen Houck
Editora: Sterling
Editora no Brasil: Arqueiro 
Ano: 2011
Páginas: 344
Sinopse: Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.

0

O precisar de alguém

Fonte: We♥it.com

Sim, leitor. Todo mundo precisa de alguém. O precisar, aqui, não é utilizado no sentido de necessidade, longe disso, é mais como um querer. É um querer precisando, se é que isso faz algum sentido. Enfim, querido leitor, o que quero dizer é isso: precisamos de alguém.
0

HQs para iniciantes #3: Graphic Novels


Olá leitores, depois de uma semana sem postar voltei com a terceira parte do especial de HQ para iniciantes. Hoje com as maravilhosas Graphic Novels.

Embora eu as tenha citado nos posts anteriores por alto, achei que esse tipo de quadrinhos merecia um post exclusivo, especialmente por que esse tipo de HQ talvez seja o tipo ideal para os novatos no assunto.

Em tradução livre, Graphic Novel significa romance gráfico, e são caracterizadas especialmente pela arte diferenciada e pelo fato de, na maioria das vezes, as histórias nelas contidas serem completas. Como eu falei no post anterior, as histórias em quadrinhos normais vêm seriadas, e é preciso ter muita atenção para não comprar uma história pela metade, mas com as Graphic Novels isso não é problema.

0

[RESULTADO PROMOÇÃO VIAJANDO NO ROMANCE E AVENTURA]


Olá pessoal! O sorteio da Promoção Viajando no Romance e Aventura, em parceria com os blogs Fantastic Books e Livros e Cores foi realizado nesta segunda-feira, 2, e a vencedora foi a Raquel P., parabéns!

Lembrando que ganhador(a), após comprovar que seguiu as regras, tem 48 horas para informar seus dados, e os blogs terão 60 dias para envio dos prêmios após o retorno com endereço do ganhador(a). Os blogs não se responsabilizam por extravios dos correios.

Confira o resultado do sorteio no aplicativo Rafflecopter:
a Rafflecopter giveaway
0

Retalhos: uma autobiografia em quadrinhos




Autor: Craig Thompson
Editora: Top Shelf Productions
Editora no Brasil: Quadrinhos na Cia. (Companhia das Letras) 
Ano: 2003 (Top Shelf) / 2009 (Quadrinhos na Cia.)
Páginas: 592

SINOPSE: Thompson retrata sua própria história, da infância até o início da vida adulta, numa cidadezinha de Wisconsin, no centro dos Estados Unidos, que parece estar sempre coberta pela neve. Seu crescimento é marcado pelo temor a Deus - transmitido por sua família, seu colégio, seu pastor e as trágicas passagens bíblicas que lê -, que se interpõe contra seus desejos, como o de se expressar pelo desenho.Ao mesmo tempo Thompson descreve a relação com o irmão mais novo, com quem ele dividiu a cama durante toda a infância. Conforme amadurecem, os irmãos se distanciam, episódio narrado com rara sensibilidade pelo autor.
Com a adolescência, seus desejos se expandem e acabam tomando forma em Raina - uma garota vivaz, de alma poética e impulsiva, quase o oposto total de Thompson - com quem começa a relação que mudará as visões que ele tem da família, de Deus, do futuro e, enfim, do próprio amor. Retalhos traz as dores e as paixões dos melhores romances de formação - mas dentro de uma linguagem gráfica própria e extremamente original. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...