Resenha: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith #1 Resenha: Uma Lição de Vida Resenha: Era uma Vez no Outono Resenha: Secrets and Lies
0

Creed: Nascido para lutar – uma bela homenagem


Direção: Ryan Coogler
Roteiro: Ryan Coogler e Aaron Covington
Ano: 2015
Duração: 133 min.
Gênero: Drama, Esportes
Nota: 4,5/5


Como já comentei em minha resenha sobre Rocky Balboa, a franquia já estava muito bem fechada, por isso este filme tinha uma missão difícil: assim como Adonis, seu protagonista, ele precisava provar que é digno do nome e não apenas uma farsa fabricada pela indústria do Marketing. Vamos ver como se saiu seu diretor e coautor Ryan Coogler.
2

Gêneros literários #6: Ficção científica (Sci-fi)

Cena do filme 2001 - Uma Odisseia no Espaço

O universo sci-fi é rico, complexo e extenso pela sua ligação direta com a ciência e inovações tecnológicas, então se você não gosta dessa temática possivelmente não irá gostar desse gênero porque os autores costumam utilizar (os mais antigos preferem mais) uma linguagem científica e até pouco usual no dia-a-dia, mas isso não quer dizer que os livros são chatos ou complicados. O cinema chama mais atenção do que o livro baseado nessa mesma história pelos efeitos visuais e a magia das telonas.
0

O Sol é para todos – Reflexões sobre o racismo

Autor: Harper Lee
Editora: Record
Páginas: 364
Nota: 5/5
Sinopse: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.
O Sol é Para Todos é um dos livros mais lidos nos Estados Unidos e Atticus Finch, um dos personagens, é considerado um herói por lá. O engraçado é que o livro é uma grande crítica aos americanos.
2

Análise da Música – Camila, Camila



Primeiro grande sucesso do grupo Nenhum de Nós, muitas pessoas ouvem e cantam essa música sem nem pensar na letra, uma grande pena: primeiro porque é uma letra forte e muito bem escrita, depois porque, ao contrário do que muita gente pensa ao ouvir o ritmo, não é uma história alegre e, muito menos, romântica. Outro grande sucesso do rock nacional analisado: Camila, Camila.
2

Gêneros literários #5: Sick-lit

Cena do filme "A Culpa é das Estrelas"
Sabe aqueles livros com narrativas tristes e depressivas sobre doenças graves, bullying, suicídio, distúrbios alimentares e afins? Tudo isso é Sick-lit, uma espécie de YA (Young Adult) mais dramático.
0

O Resgate no Mar I e II - Respostas e aventuras.


Autor: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência Brasil
Páginas: 592 e 656
Nota: 5/5
Sinopse: Em 1968 Claire terá́ que fazer uma escolha: voltar para Jamie ou ficar com Brianna, a filha dos dois?
A autora americana Diana Gabaldon ama escrever livros com mais de 800 páginas e se superou no volume 3 da série Outlander, por isso a editora Saída de Emergência, selo de fantasia da editora Sextante, optou em dividi-lo em 2 partes.
11

Análise da Música - Exagerado



Essa semana eu pensei em uma postagem diferente. Cazuza é um dos mais aclamados nomes do Rock Nacional, suas letras são cheias de poesia e com ritmo e harmonia perfeitos. Nesse texto vou analisar a letra de uma de suas músicas mais populares, que muitas pessoas ouvem e aplaudem sem prestar muita atenção no significado, eu sou fã do trabalho dele, mas refletir um pouco fora do lugar-comum sempre faz bem e alimenta o senso crítico. Vamos lá.
0

Gêneros Literários #4: Chick lit

Cena do filme "O Diário de Bridget Jones"


Chick Lit ainda é um gênero pouco conhecido pelos leitores. Poucos são os que chamam literatura feminina de Chick Lit e muitos são os que a rotulam como romance. Confesso que soube da existência desse gênero a poucos anos e ainda posso ser considerada leiga no assunto. 

Mas e vocês, já conheciam ou nunca ouviram falar?

1

A Morte e A Morte de Quincas Berro D'Água – Um grito de liberdade



Autor: Jorge Amado
Editora: Record Ano: 1998 (original de 1959)
Páginas: 96
Nota: 5/5

Sinopse: O respeitável Joaquim Soares da Cunha, funcionário exemplar da Mesa de Rendas Estadual da Bahia, rompe com a família e as convenções sociais para viver aventuras no porto e na zona do meretrício de Salvador. Agora se chama Quincas Berro D'Água.

O célebre escritor Vinícius de Morais gostou tanto desse livro que o considerou que “representa dentro da novelística brasileira, onde já há cimos consideráveis, um cume máximo. Um cume que todos os escritores jovens devem ter em mira numa sadia inveja e num saudável desejo de ultrapassá-lo. E tanto pior se o não fizerem”. Entre tantas novelas excelentes, de autores de renome na Literatura Nacional, o que esta possui que chamou a atenção do poeta?

2

Drácula – Não é apenas mais uma história de Vampiros


Autor: Bram Stoker
Editora: Nova Cultural
Ano: 2002 (original de 1897)
Páginas: 368
Nota: 4/5

Sinopse: Publicado originalmente em 1897, com inspiração em relatos do folclore romeno (coletados por Stoker) sobre a ocorrência de nosferatus, ou mortos-vivos, e na infame saga do Príncipe Vlad III Drakulya, o filho do Dragão (ou Serpente[Drac]): Voivoda (warlord) da Valáquia e Transilvânia que lutou contra os Turcos no Século XV. |...| O romance "Drácula" definiu o arquétipo do vampiro moderno como o ser diabólico que se alimenta do sangue de suas vítimas e tem poderes extraordinários.

Os mitos sobre criaturas humanoides que se alimentam de sangue e erram à noite existem em várias culturas desde a pré-história, porém o termo vampiro apenas se tornou popular no início do século XIX, após um influxo de superstições vampíricas na Europa Ocidental, vindas de áreas onde lendas frequentes, como os Balcãs e a Europa Oriental, nesta época que Bram Stoker escreveu esse livro, e mudou para sempre a Literatura Ocidental.

2

A Garota Inglesa: O destino de uma única jovem pode fazer ruir o governo de todo um país


Autor: Daniel Silva
Editora: Harper
Editora no Brasil: Arqueiro
Ano: 2013 (2015 no Brasil)
Páginas: 336
Nota: 5/5


Sinopse: Madeline Hart é uma estrela em ascensão no governo britânico: linda, inteligente, com uma trajetória de enorme sucesso após uma infância pobre. Mas ela também guarda um segredo obscuro – é a amante do primeiro-ministro Jonathan Lancaster. E isso é tudo que os sequestradores dela precisam saber para chantagear o premier e fazê-lo pagar caro por seus pecados, ameaçando Madeline de morte.Temeroso de um escândalo, Lancaster decide lidar com o caso sem envolver a polícia inglesa. É uma manobra perigosa, especialmente para o agente que conduzirá a busca pela garota. Porém, operações mortais com alto risco político não são novidade para o espião israelense Gabriel Allon. À medida que se aproxima o dia da execução de Madeline, Gabriel mergulha em uma angustiante empreitada para resgatá-la. Mesmo sob pressão, ele está certo de que será bem-sucedido, até que os acontecimentos se desenrolam de forma chocante, e nem mesmo o leitor estará preparado para o que Daniel Silva lhe reserva.

0

Gêneros literários #3: Young Adult (YA)



Olá pessoal! Peço desculpas pela demora na postagem, mas retornei finalmente com o terceiro post sobre Gêneros Literários para falar do YA (Young Adult) ou Jovem Adulto, atual queridinho do universo literário.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...