Resenha: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith #1 Resenha: Uma Lição de Vida Resenha: Era uma Vez no Outono Resenha: Secrets and Lies
16

Polêmica: O Ser Humano é um vírus?


É provável que você tenha assistido ao filme Matrix, nele o mundo é dominado pelas máquinas e os humanos sobreviventes são usados como fonte de energia, presos em um grande ambiente virtual com a ilusão que é o nosso mundo. Nessa realidade, alguns humanos descobrem a verdade e são perseguidos pelos “agentes”, programas de segurança que simulam pessoas vestidas como Agentes Secretos. Smith (Hugo Weaving) é o chefe deles. Em uma cena, em que ele interroga um dos capitães da rebelião do humano, ele declara: “Todos os mamíferos do planeta instintivamente entram em equilíbrio com o meio ambiente. Mas os humanos não. Vocês vão para uma área e se multiplicam e se multiplicam, até que todos os recursos naturais sejam consumidos. A única forma de sobreviverem é indo para uma outra área. Há um outro organismo neste planeta que segue o mesmo padrão. Você sabe qual é? Um vírus.” Será que o Agente Smith está certo?


Para começar a responder essa indagação, primeiros precisamos saber se é verdade que todos os mamíferos “instintivamente entram em equilíbrio com o meio ambiente”, para desmontar esse equívoco, cito uma notícia:



Pois é, nesse episódio os saguis são mamíferos que não entraram institivamente em equilíbrio com o ambiente, será que esse caso é uma uma exceção, ou outros mamíferos também agem como vírus? Vejamos o que o Ministério do Meio Ambiente explica:

Espécies exóticas invasoras têm invadido e afetado a biota nativa de, praticamente, todos os ecossistemas da Terra. Espécies exóticas invasoras foram reconhecidas em todos os grandes grupos taxonômicos, incluindo os vírus, fungos, algas, briófitas, pteridófitas, plantas superiores, invertebrados, peixes, anfíbios, répteis, pássaros e mamíferos.”




Ou seja, qualquer espécie de qualquer grupo taxonômico (não apenas os mamíferos) pode ser uma praga, o que mantém o equilíbrio ecológico são os predadores e a disponibilidade de alimentos. E como o Homo sapiens não possui predadores e tem alimentos de sobra, ele se multiplica em demasia e isso é natural de qualquer ser vivo, não é exclusividade de vírus.

Mas os humanos são uma praga, são cruéis e estão destruindo a Terra

Aí é outra polêmica! Primeiro, "os humanos" é um termo muito amplo, não dá pra generalizar todos: alguns são cruéis e outros não. Ou alguém acha que Mahatma Gandhi era cruel? Ou Chico Xavier? Há quem acredite que os bons são maioria mas suas ações não são tão chocantes quanto as ações dos maus por isso não aparecem na mídia, se isso é verdade não dá pra saber.

O que posso afirmar é que, com poucas exceções de pessoas sociopatas, a grande maioria dos humanos não é malvado o tempo inteiro, e nem sempre um santo, mas procura fazer o seu melhor a maioria do tempo e erra muito querendo acertar.

E os outros animais, são “anjos sem asas”?

Quem acredita nisso que me desculpe, mas isso é pura ilusão. Pense nas coisas mais terríveis que uma pessoa pode fazer: estupro, guerras, infanticídio, lutas violentas até a morte (por sexo, posição social na hierarquia do grupo ou riqueza) etc. A grande maioria dos animais (principalmente os mamíferos que o Agente Smith tanto defendia) fazem isso corriqueiramente e muitas vezes com covardia.


Ah, mas os humanos matam por puro prazer, sem necessidade. É mesmo, ALGUNS humanos fazem isso, mas será que só eles? Quem cria gatos em casa já deve ter percebido como o bichano gosta de brincar com animaizinhos que eles matam, e muitas vezes nem come. Pois é, os gatinhos também matam por diversão, assim como os golfinhos e muitos outros animais, vejam algumas reportagens:



Golfinho, tão bonitinho e tão sádico!
Em chimpanzés, já foi percebido que eles roubam e até se prostituem, bem a maneira que seus primos mais próximos, nós os humanos:


E não para por aí, se for citar artigos com atos grotescos e cruéis de outros animais, o texto ficaria muito mais longo e repetitivo, deixo só mais um desse assunto:


Porém há quem argumente que os humanos têm noção do que estão fazendo e os animais não, agem só por instinto. Primeiro, agir por instinto não desculpa nada: já pensou se um serial killer e estuprador for preso e na defesa o advogado alegar que ele só seguiu o seu instinto? Acho que nenhuma das vítimas ou seus parentes iam aceitar bem essa justificativa.


Segundo, a ciência já está mostrando que não é bem assim, de acordo com um grupo de cientistas da Universidade de Cambridge:

Animais não-humanos como mamíferos e aves, e vários outros, incluindo o polvo, também possuem as faculdades neurológicas que geram consciência.”


Fontes:



Então todos os animais são malvados? Não diria isso, eu creio que todos os seres vivos lutam por seus interesses e necessidades – e a Seleção Natural permite que os mais aptos (muitas vezes os mais violentos) sobrevivam e passem seus genes adiante, e dessa forma, na vida selvagem, uns precisam matar, estuprar, enganar, roubar etc para que isso aconteça. Mas na sociedade humana, nós aprendemos outras maneiras de colaboração e por isso não precisamos mais fazer tudo isso (embora muitas pessoas o façam, por desvio de caráter ou distúrbio mental psicopata). Concluindo, não somos vírus e a humanidade não é cruel – só devemos encontrar solução para a superpopulação e educar as crianças, para que elas aprendam a ser pessoas do bem, que respeitem o mundo e os outros.

16 comentários:

  1. Olá Alessandro,
    Gostei bastante do seu texto e concordo com você: "O que posso afirmar é que, com poucas exceções de pessoas sociopatas, a grande maioria dos humanos não é malvado o tempo inteiro, e nem sempre um santo, mas procura fazer o seu melhor a maioria do tempo e erra muito querendo acertar."
    Não sei como uma pessoa mata por prazer e gosta de fazer somente a maldade.
    Muito bom texto, boa reflexão.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Alessandro, achei seu texto bastante reflexivo e concordo com seu posto de vista!
    Acredito firmemente que as pessoas boas ainda são a grande maioria neste mundo, que que pessoas que fazem o mal sempre serão a minoria. (Pelo menos, assim espero!)

    Parabéns pelo post.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Concordo com seu ponto de vista, Alessandro. Seu texto está muito muito bem desenvolvido, e nos dá margens para refletir sobre o assunto. Eu prefiro acreditar que há mais pessoas boas nesse mundo do que más.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Alessandro, tudo bem?
    Primeiramente devo dizer que estou encantada com sua postagem.
    Eu, sinceramente, acredito que o ser humano é um vírus, pois ele faz coisas surreais, sério. É um ser pensante que age como um ser completamente ignorante e, cada dia que passa, é ainda mais. Como foi dito, não temos predadores e acho que somos o topo da lista de predador, por isso somos tão idiotas e dispostos a destruir o planeta, sério.
    Acredito que o instinto é muito melhor do que o pensamento, porque olha onde os seres pensantes estão nos levando...
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna.

      Primeiramente, obrigado :)

      O ser humano faz coisas surreais? Você está se incluindo nisso também, ou quer dizer que alguns seres humanos fazem. Esse é o ponto, por mais que muitas vezes sejam cruéis, não se pode generalizar para todos da espécie.
      E, como coloquei no texto, os outros animais também são seres pensantes e também podem ser violentos ou não, é sério!
      O instinto é bom, mas não substitui uma decisão sensata e os outros animais não chegaram aonde estamos não foi porque seguem instintos, eles só não destroem o mundo também porque não possuem os meios para isso.

      Excluir
  5. Nossa vou bater palmas 👏👏👏👏👏👏que texto maravilhoso, não somos vírus, não somos santos, mas ouvir um ser humano dizer que animais são melhores do que outros seres humanos dói na alma, pelas crianças que estão desprotegidas desamparadas e que são comparados com cachorros... Enfim nunca devemos subestimar natureza nem para o bem nem para o mal, seja natureza humana ou outros animais "ditos irracionais".
    Parabéns pelo post.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post, esse é o primeiro do gênero que eu leio em blogs de literatura e estou encantada. Acho forte dizer que os seres humanos são uma praga, mas é uma coisa a se colocar na mesa. Num mundo repleto de violência, guerras, abusos e assassinatos dá para se pensar sim que a maioria, não todos, os seres humanos são mesmo cruéis e estão destruindo a terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jenny,

      "Num mundo repleto de violência, guerras, abusos e assassinatos..." Você deve está falando no mundo selvagem, onde isso acontece com muito mais frequência que no civilizado, leia os links postados no texto e perceba como isso é verdade.

      Excluir
  7. Olá Alessandro, adorei o texto, bem reflexivo e totalmente diferente do que encontramos em blogs do gênero, Adorei!
    Considerando tudo isso, nós somos os "únicos" animais com a capacidade de pensar em nossos atos, os "únicos" que não agem somente pelo instinto e no entanto somos os únicos animais os quais destroem o lugar onde vivem...será que realmente somos mais evoluídos? E será que usamos mesmo essa capacidade que temos?

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raquel, estes são os mitos que eu estou tentando desconstruir:

      1. Não somos os únicos animais que pensam sobre os seus atos, assim como os outros animais tem personalidades diferentes na mesma espécie (quem cria mais de um cães ou gatos percebe isso), eles também pensam da sua maneira:

      http://www.cerebromente.org.br/n17/opinion/animal-think_p.htm

      http://www.revistaplaneta.com.br/os-animais-pensam-sim-como-os-autistas/

      assim, não dá pra aceitar mais essa desculpa de que agem só por instinto e não sabem que estão fazendo o mal, entre os indivíduos da mesma espécie uns fazem mais atos violentos que os outros, assim como nós os humanos.

      2. Não somos os únicos que destroem o meio ambiente, somos o que temos a maior condição de fazer isso, por isso nossa destruição é maior:

      http://mundoestranho.abril.com.br/materia/que-especies-invasoras-causaram-desastres-ecologicos

      http://www.euquerobiologia.com.br/2014/02/competicao-interespecifica-efeitos.html

      Excluir
  8. Oiee ^^
    Confesso que não sei muito o que pensar do ser humano, me contento em acreditar que há muita gente boa por aí que compensa a maldade existente nos outros, mas só isso não é o suficiente, né? Gostei do seu texto, já tinha ouvido sobre os chipanzés e também sabia sobre os golfinhos, mas não acho que os animais são tão sádicos como o ser humano, por mais que sejam sim, muito sádicos *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Primeira vez que eu vejo uma reflexão de cunho evolutivo e biológico na blogosfera literária. E, como bióloga, posso dizer que suas colocações estão certíssimas, os artigos que você buscou são bons, seu argumento não parece ter falhas. Um único adendo se faz: mais do que consciência, nosso limiar é a cultura. É a transmissão de saberes mais do que de genes que deveriam limitar nosso 'poderio de devastação'. Por mais que existam animais com vida social (vide baleias, golfinhos, primatas, abelhas, formigas), cultura é (se não estou enganada) exclusivamente humana e com ela deveríamos ter discernimento. Mas daí, né... entre dever e realmente ter... são vários 500.... ;) um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Uma das coisas que mais gosto nos seis textos é que eles sempre vêm com outros textos para fundamentar a sua percepção.

    Eu não concordo que o ser humano é mal, mas também não diria que ele é bom. Temos momentos... Alguns tem mais momentos de bondade que outros e vice-versa, simples assim. Aqueles que possuem momentos de maldade que afetam negaticamente a coletividade como um todo, como assassinos, ladrões e corruptos que desviam dinheiro público que deveria ser usado na educação e saúde para comprar bens pessoais são considerados piores e por isso amplamente desejado que sejam punidos.

    Isso acontece também no meio animal. Quantos líderes de manadas não foram depostos ao não venceram uma batalha ou mataram um membro que ousava desafia-los? Os animais não caçam apenas para se alimentar e pronto, isso é uma ilusão...

    Mas, que estamos destruindo a natureza, isso é inegável. Árvores, rios, ar... Tudo negativamente influênciado pela ganância humana e sua poluição. Só acho que se os animais tivesses a mesma capacidade, fariam o mesmo.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Olá... tudo bem??
    Fiquei meio perdida no texto rs até li duas vezes para entender, mas sou péssima com isso. Mas acredito que o ser humano tem seu lado bom e ruim e é de sua inteira escolha qual caminho a seguir... fico indignada com algumas pessoas frias e sem coração e outras que olham para o próximo como a si mesmos e os ajudam de uma forma única... não sei se foi isso que quis relatar, mas foi isso que eu compreendi... não somos vírus e apenas vamos sobrevivendo aos percalços da vida... e das escolhas que fazemos... Xero!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...