Resenha: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith #1 Resenha: Uma Lição de Vida Resenha: Era uma Vez no Outono Resenha: Secrets and Lies
8

É possível uma Viagem no Tempo?



Como fiz no meu post sobre um Apocalipse Zumbi, pretendo analisar cientificamente outro tema recorrente na ficção científica: a possibilidade de haver uma viagem no tempo. Isso seria mesmo possível? É em caso positivo, quais seriam as implicações dessa jornada?

Nas diversas obras com esse tema, é perceptível que há teorias sobre Universos Paralelos e outras implicações, porém os autores se esquecem de alguns conceitos simples, mas muito pertinentes, que tornariam esse tipo de viagem improvável e, caso ocorresse, as mudanças seriam bem maiores que o mostrado em suas obras.

1. Toda viagem no tempo também deveria vir junto a uma viagem no espaço. A Terra está sempre rodando em seu eixo e ao redor do Sol, além disso o Universo está em constante expansão. Então, a menos que a máquina do tempo tivesse um super algoritmo de cálculo e soubesse com precisão a velocidade que as galáxias se distanciam, quanto mais tempo uma pessoa viajasse no tempo mais longe ele ficaria do local onde a viagem começou – isso se não saísse fora da Terra devido está em uma estação do ano diferente.


Imagina essa roupa e maquiagem no sec. XVIII
2. Problemas de comunicação, você já leu um texto de Camões sem a atualização linguística? E a carta de Pero Vaz de Caminha no idioma original? Caso sim, deve ter percebido que parece outra língua, é ilegível para a maioria da população. Uma pessoa de séculos no futuro deveria fazer um treinamento intensivo sobre a época que entraria, dependendo do Período Histórico um simples perfume ou maquiagem faria com o viajante parecesse vindo de outro mundo. Isso significa que uma viagem não proposital, como a de Claire, protagonista da Série de Livros e Televisão Outlander, seria desastrosa: ninguém entenderia o que ela falasse, e estranhariam muito a sua aparência e os seus costumes, por isso seria pouco provável que lhe dessem a oportunidade de conviver em castelo junto com os nobres, ao contrário da série.

3. Paradoxo do avô, é uma teoria que as alterações no passado poderiam tirar o motivo do viajante, ou impedi-lo, de fazer a viagem, o que geraria um paradoxo de consequências impossíveis de serem mensuradas. Um exemplo, se o T-1000 do filme O Exterminador do Futuro conseguisse matar a Sarah Connor, no futuro a Skynet não saberia que ela um dia nasceu e não precisaria enviar um exterminador para matá-la, logo ele não voltaria e não há solução para esse paradoxo. O nome dessa teoria vem da hipótese do viajante matar seu próprio avô antes que ele tenha filhos, logo o avô não seria pai e o viajante não poderia nascer porque seu progenitor(a) nunca existiu. Alguns filmes e livros trabalham com esse conceito, mas na vida real isso seria um bom motivo pra viagem no tempo nunca existir no nosso mundo.

4. Efeito borboleta. A própria presença de uma pessoa que não existia naquela época já é uma alteração da realidade com resultados incompreensíveis, e segundo a teoria do caos poderia influenciar o curso natural das coisas. Isso significa que o simples encontro do Martin McFly, da triologia De volta para o futuro, com seus pais traria mudanças mais significativas que o Biff Tannen trabalhar para o pai dele, assim como uma simples bater de asas de uma borboleta na América pode resultar em um tufão no Japão, a presença de um cidadão a mais na cidade Hill Valley poderia mudar a História Mundial. 
Ele mudou o mundo


Dessa forma, embora fisicamente talvez haja uma possibilidade de se viajar no tempo, na prática esse tipo de viagem é muito improvável devido ao conceito de Navalha de Occam. Segundo esse princípio, “entre hipóteses formuladas sobre as mesmas evidências, é mais racional acreditar na mais simples. Ou seja: diante de várias explicações para um problema, a mais simples tende a ser a mais correta.” isso ocorre porque a natureza não desperdiça recursos, tudo que acontece no universo tem um propósito lógico e da forma mais simplificada possível. Pensando nisso, as implicações de uma viagem no tempo são tantas e tão complexas que é mais provável que isso nunca acontecerá, além disso, segundo a terceira lei de Newton "A força é resultado da interação entre os corpos, ou seja, um corpo produz a força e outro corpo a recebe." Isaac Newton durante seus estudos percebeu que toda ação correspondia a uma reação. Dessa forma, a ação de uma pessoa voltar no tempo deveria resultar em uma reação com a mesma intensidade, talvez o resultado seria outra pessoa da mesma massa ter que vir no mesmo instante que o viajante chega no destino de sua viagem temporal.

8 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Adorei o tema do seu post, sempre tive minhas dúvidas, mas acredito que sim haha.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que sim? É os problemas do texto, vc acha que teriam uma solução viável para eles?

      Excluir
  2. Eu sempre fico pensando nisso: Se a pessoa voltou no tempo pra consertar algo, esse algo não vai ter ocorrido, portanto ela não precisará viajar no tempo pra consertar. E um paradoxo que sempre me intriga.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  3. Olá! Interessante os pontos levantados. Olhando pela lado científico, realmente, uma viagem no tempo seria mais do que inviável. O assunto espaço-tempo é bem complexo e também fascinante, sempre leio alguns artigos sobre ele. Parabéns pelo texto, bem explicado e interessante, abraços.

    ResponderExcluir
  4. Olá amore,
    Nossa que interessante essa análise rsrsrs. Acredito que o mais legal que você mencionou foi o problema de comunicação, porque de fato o passar do tempo a linguagem vai mudando.
    Parabéns você é muito inteligente!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  5. Oii! Amo filmes com viagens no tempo, ou qualquer coisa relacionada. Achei interessante o seu texto. E também acho que não daria muito certo não haha.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei muito da sua análise. Esse tema me atrai bastante, confesso, mas entendo essas limitações que você apresentou e já pensei em muitas - principalmente a comunicação - quando li obras assim. Uma que demonstra um pouco disso é "Perdida", da Carina Rissi, a protagonista que viaja no tempo, claramente, tem dificuldades em se expressar, pois as pessoas não entender os dialetos que ela usa.
    Adorei a postagem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. É possível viajar no tempo e já existem viajantes, acredito que Albert Einstein tenha sido um deles, pois até hoje os cientistas não conseguiriam ter criado tudo o que ele criou.

    1- É possível saber tudo isso sem sair do planeta com as ondas gravitacionais, que seriam semelhantes as ondas magnéticas que usamos por exemplo no celular, GPS, etc.. com as ondas gravitacionais temos informações de galáxias, buracos negros e até de outras dimensões.
    2- Assista o filme A Chegada, é possível sim se comunicar com línguas e culturas diferentes, hoje mesmo ainda tem índios no Brasil que nunca tiveram contato com a civilização, vivendo igual séculos passados e protegidos pela FUNAI.
    3- Você continuaria existindo mesmo se o seu eu do passado morrer, pois o tempo e o espaço não são lineares, ao matar vc no passado seria simplesmente substituído pelo seu eu do presente, mas nunca deixaria de existir por causa disso, pois as dimensões ocorrem em tempos diferentes, a viagem não é em linha reta ao ponto de passado interagir com presente, mas pode ocorrer de irmos ao futuro pois a velocidade da luz poderia acelar o tempo ao passarmos dentro de um buraco de minhoca.
    4- Essa é a fantasia proposta pelo filme, mas não tem nada de científico, pois o Efeito Borboleta não pode existir pelo simples fato de que as dimensões não interagem em linha reta igual é nosso tempo, o tempo nas outras dimensões acontecem em ondas diferentes, então o passado não poderia alterar o futuro, a alteração seria apenas naquela dimensão, mas ao voltar para o futuro continuaria da mesma forma que estava antes.

    Acredito sim em viagem no tempo, pesquisa sobre a Noite dos OVNI´S em São José dos Campos-SP, lá tem um centro de pesquisas espaciais, coincidência?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...